Tríplice Auditoria

Notícias

Por que e como fazer mapas mentais?

Você provavelmente já ouviu falar em mapas mentais, e é possível que já tenha se deparado com alguns, na escola, na faculdade ou no trabalho. Atualmente, eles são usados em diversas áreas, com muitos objetivos diferentes. Saiba mais sobre esse método de aprendizado, de organização e até mesmo de criação.

Os mapas mentais são representações visuais de informações e ideias importantes em torno de um conceito-chave. Em outras palavras, são mapas que permitem ao nosso cérebro acessar, organizar e absorver informações de forma mais fácil e agradável do que se estivéssemos diante de uma lista ou de um bloco de texto.

A ciência já comprovou os diversos benefícios desse método, e muitas pessoas já o incorporaram em suas vidas pessoais e profissionais. Quer entender para que servem os mapas mentais, por que são eficientes e como elaborá-los? Então continue acompanhando este artigo!

Por que usar mapas mentais?

No livro "Mapas Mentais e sua Elaboração" (2005), o psicólogo e escritor Tony Buzan explica o porquê do mapa mental ser tão eficiente para organizar, priorizar e memorizar informações e ideias. Segundo ele, o registro não linear, a associação de palavras, imagens e cores, além do estímulo à memorização são características que tornam esse método perfeito para a forma como o nosso cérebro funciona.

Estudos científicos já demonstraram que o cérebro humano encontra mais facilidade para se lembrar de imagens do que de palavras. Assim, os mapas mentais não apenas são úteis por se tratarem de representações gráficas que estimulam nossa memória, como também por fazerem uso de desenhos, fotos e cores, que serão mais facilmente lembrados por nós.Veja a seguir alguns dos possíveis usos para mapas mentais.

BRAINSTORMING

O “brainstorming” é um processo criativo que em português pode ser chamado de “tempestade de ideias”. O seu objetivo é gerar e registrar uma infinidade de ideias, de forma a encontrar possibilidades, propostas e soluções inovadoras.

Se você quer estimular a sua criatividade, ter novas ideias ou encontrar soluções para um problema, o brainstorming pode ser o caminho a seguir. Use o mapa mental como forma de registro e organização das suas criações, bem como para suscitar novas ideias.

TOMADA DE DECISÕES

Talvez você precise decidir qual carreira seguir; talvez só queira escolher a melhor opção de telefone celular para comprar. Seja como for, um mapa mental certamente permitirá que você organize e visualize melhor as informações mais relevantes para o processo de comparar alternativas disponíveis e tomar a sua decisão. Além disso, você pode aliar esse método à confecção de listas de prós e contras.

EDUCAÇÃO

Estudar pode ser monótono e tedioso, enquanto compreender e guardar informações também não é nada fácil. Os mapas mentais tornam essa atividade um pouco mais fácil e divertida ao associar palavras a imagens, símbolos, cores, linhas e esquemas para representar fatos e conceitos relevantes. Como já mostrado anteriormente, este método é altamente eficiente quando o objetivo é memorizar informações.

Além disso, os mapas mentais são úteis não apenas para estudantes, mas também para professores que buscam uma forma diferente de preparar as suas aulas.

Como criar mapas mentais?

Gostaria de criar os seus próprios mapas mentais? Para isso, basta seguir estes cinco passos simples:

  1. Escreva, desenhe ou use um aplicativo para inserir no centro do seu mapa mental a ideia, o tema ou o conceito principal do seu projeto.

  2. Crie linhas que partam do tema central em direção a outros espaços do papel.

  3. Adicione ideias, informações ou ilustrações a essas linhas secundárias. De preferência, use palavras-chave e imagens em vez de grandes blocos de texto.

  4. Se quiser, adicione novas linhas ao mapa, derivadas destas ramificações secundárias, para adicionar informações relacionadas que sejam menos relevantes.

  5. Caso considere que o seu primeiro esboço ficou confuso ou com muitos erros, use-o como rascunho para criar a versão final do seu mapa mental.

Ferramentas para criar seus mapas mentais

Criar o seu mapa mental com as velhas e boas ferramentas de escrita – papel e caneta – pode ser uma ótima ideia. Afinal, estudos mostram que fazer anotações à mão, em vez de usar um computador, é benéfico para o aprendizado. Para criar os seus mapas mentais dessa forma, basta comprar papel ou cartolina, canetas e/ou lápis coloridos e, se quiser, usar imagens de revistas e jornais para ilustrar o seu projeto.

No entanto, é inegável que as ferramentas digitais disponíveis para elaborar mapas mentais nos ajudam a economizar tempo e são ideais para quem está sempre apagando e refazendo os seus esboços. Criar um projeto digital também permite atualizar com mais facilidade o seu mapa mental. Veja três ferramentas gratuitas disponíveis para começar agora mesmo o seu projeto:

  1. Software on-line MindMeister;

  2. Programa XMind;

  3. Aplicativo Canva.

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais

Agenda Tributária

Período: Outubro/2019
D S T Q Q S S
  0102030405
06070809101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Cotação Dólar